últimas notícias








Notícias

1 25/11/2021 15:39

A Defensoria Pública da Bahia divulgou, nesta quinta-feira (25/11), que 90,4% dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativa no estado são negros.

O dado faz parte de um relatório sobre o perfil dos jovens que estão nas Comunidades de Atendimento Socioeducativo (CASEs).

Ao todo, a Bahia tem quatro CASEs. Um deles fica em Salvador, na Estrada CIA Aeroporto, e o outro em Camaçari, região metropolitana. Além disso, duas unidades ficam em Feira de Santana. Nesses dois pontos, 100% dos adolescentes se autodeclaram negros.

Os brancos representam um percentual de 8,9% do total e apenas um adolescente apreendido se identifica como indígena.

Dos 172 jovens que estão nas unidades, 12 já estiveram em situação de rua em algum momento de suas vidas, ou estavam quando foram apreendidos – metade deles na capital baiana.

Um dado alarmante coletado pela Defensoria Pública é que 94% dos jovens que estão nos CASEs sequer completou o ensino fundamental. Apenas dois dos adolescentes têm o ensino médio completo.

Em privação de liberdade, 172 jovens cumprem medidas educativas nas CASEs – todos os eles do gênero masculino. Com relação às idades, mais da metade têm entre 18 e 20 anos.

 

 

 

*g1Bahia

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.