últimas notícias








Notícias

1 04/03/2021 11:29

Em um sessão realizada por meio eletrônico nessa última quarta-feira (03/03) o TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro dos Santos Júnior, pelo pagamento inapropriado de multas e juros em razão de atraso no recolhimento de parcelas relativas a obrigações previdenciárias junto ao INSS, no exercício de 2019.

O conselheiro José Alfredo Rocha Dias, relator do processo, também determinou a reparação de danos causados aos cofres municipais da quantia de R$172.735,40, com recursos pessoas que foram usufruído individualmente no pagamento desse juros e multas. O prefeito ainda foi penalizado com uma multa no valor de R$3,5 mil.

Os conselheiros do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) destacaram que o pagamento de multa e juros só ocorre devido à omissão dos gestores, que não cumpriram adequadamente a obrigação legal de repassar/recolher as contribuições previdenciárias no prazo e montante exigidos na legislação.

Cabe recurso da decisão.

 

Da Redação Vale FM

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.