últimas notícias








Entretenimento

1 01/10/2019 09:00

Nascida no litoral da Bahia, no município de Valença, Edyelle Brandão, de apenas 21 anos, conquistou os quatro técnicos do The Voice Brasil logo nas audições à cega e agora é uma das semifinalistas do programa, em disputa que acontece nesta terça (1), pelo time Iza, no programa que vai ao ar às 22h27, na Globo/TV Bahia.

Começando sua trajetória na música com apenas 4 anos, na igreja, Edyelle cresceu em um ambiente musical, sempre participando de corais na Igreja. “Tudo começa pela minha avó. Ela era regente do coral da igreja e, além de reger, ela também tocava e organizava a parte musical, então eu cresci em uma educação musical familiar”, conta a semifinalista. Aos 15 anos ela começou a dar aulas de canto em Valença e postava covers nas suas redes sociais.

A baiana tentou audição para o programa outras três vezes, 2014, 2016 e 2017 e em 2019 finalmente conseguiu realizar o sonho de cantar no palco do The Voice Brasil. Logo nas audições às cegas, mostrou toda sua potência vocal, cantando Who´s Loving You, dos Jackson 5. e conseguiu deixar todos os técnicos aplaudindo de pé. “Tem as pessoas normais, tem as pessoas especiais e tem extraterrestres”, disse Michel Teló se referindo à Edyelle, logo depois da sua audição.

Edyelle, com o apoiou da família e amigos, largou a faculdade de Letras que fazia na Universidade Estadual da Bahia, em Santo Antônio de Jesus e a faculdade de música que fazia em Salvador, só para se dedicar integralmente ao programa. “Lá na faculdade todo mundo já sabia que eu tinha esse sonho e todo mundo já sabia que se acontecesse, eu já falava: ‘gente, eu vou vou correr atrás, me jogar de cabeça de olhos fechados, de costas’”, brinca Edyelle.

Na segunda fase do programa, a Fase das Batalhas, a baiana cantou junto com o paulista Élri El, a música The Closer I Get To You e foi escolhida por Iza para ir à terceira fase, chamada de Rodada de Fogo. Nesta rodada, a natural de Valença cantou um grande clássico de Beyoncé, I Care e mais uma vez foi escolhida sua por sua técnica.

Um dos motivos que impulsionou Edyelle a escolher o Time Iza é a representatividade que a cantora tem, e não apenas musicalmente. “Eu me identifico muito com a Iza”, conta. A relação das duas não poderia ser melhor. Segundo a baiana, sua mentora “é um amor de pessoa” e sempre se preocupa se os participantes do seu time estão realmente bem e preparados. “Eu percebi que fiz a escolha certa, pela forma como ela nos trata, pela forma como ela nos dá atenção e pela forma como se preocupa com nosso bem-estar, dentro e fora do programa ”, explica.

Nos Shows Ao Vivo, ela  foi a única representante da Bahia  e batalhou com a cearense Ana Ruth e a carioca Mari Bodas. Com o sucesso What a Girl Wants, de Christina Aguilera,  foi mais uma vez salva por Iza.

Na última quinta (26), Edyelle se apresentou com a música de Milton Nascimento, Travessias, e deixou mais uma vez os técnicos emocionados. Iza escolheu a baiana como uma das representantes de seu time na semifinal de hoje, cuja escolha fica totalmente na mão do público,  que pode começar a votar assim que o programa começar. 

Correio

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.