Notícias

1 23/02/2024 13:07

Enquanto Salvador viu o número de habitantes diminuir no Censo 2022, cidades próximas vivem um expressivo aumento de população. Sem espaço suficiente, a saída é a verticalização. É o que apontam os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge) nesta sexta-feira (23).

Os maiores aumentos na proporção de pessoas vivendo em apartamentos ocorreram em Lauro de Freitas (de 6,1% em 2010 para 25,2% em 2022), Itabuna (de 12,7% para 24,6%) e Simões Filho (de 7,6% para 16,8%). Salvador continua liderando o ranking. Na capital, os moradores de apartamentos representam 26% dos habitantes.
No Censo de 2022, a cidade alcançou o lugar de mais povoada da Bahia, ou seja, a de maior densidade demográfica. São 3.509,27 habitantes por quilômetro quadrado (km²), levemente acima de Salvador, que tem 3.486,96 habitantes por km².

Todas as capitais brasileiras viram aumentar a população vivendo em apartamentos, entre 2010 e 2022. O avanço em Salvador (+5,2 pontos percentuais) foi o oitavo menor entre elas, e, por isso, a cidade caiu da 9a para a 12a nesse ranking, no período.

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.