últimas notícias








Notícias

1 14/09/2021 17:01

Somente nesta terça-feira (14), duas quedas foram anotadas no período da manhã.

A semana nem bem começou e a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), já é alvo de chateação por parte dos usuários. Moradores de Canavieiras reclamam dos prejuízos causados pelas quedas e oscilações constantes da rede elétrica do município; somente nesta terça-feira (14), duas quedas foram anotadas no período da manhã.

De acordo com ouvintes da Costa Sul FM, eles estão indignados com a falta de respeito por parte da companhia, as falhas se tornaram um problema diário para todos os bairros da cidade e da zona rural principalmente desde o fim de agosto deste ano.

A professora Suely da Mata Lima, popularmente conhecida como "Chinhinha", moradora do centro da cidade, faz as contas para estimar de quanto será o prejuízo que as quedas já geraram a ela que teve duas TVS queimadas com o vai e vem da energia.

“Toda hora falta energia. Meu Deus que responsabilidade já queimou as duas TVS s aqui de casa. INSUSTETALVEL essa situação!”, escreveu na área de comentário do facebook em uma transmissão ao vivo do Jornal Costa Sul, apresentado pelo radialista Hudson Moura.

Enquanto a solução para os problemas não chegam, os moradores de Canavieiras e região devem tomar cuidados com seus equipamentos eletrônicos e tomar ciência sobre os seus direitos, sobretudo em caso de dano aos aparelhos por causa do vai e vem de energia.

Cuidados para os consumidores

Segundo o site da Uol, no restabelecimento de energia, é comum haver sobretensão, o que pode danificar eletrônicos mais sensíveis.

"O melhor a ser feito é desligar os disjuntores e só religá-los depois de notar que voltou a energia — seja checando alguma luz da rua, do vizinho ou ligando rapidamente para saber se a energia foi restabelecida", sugere Rudolf Bühler, professor do departamento de Engenharia Elétrica da FEI. Para ele, esta forma é a mais apropriada, pois evita que uma sobrecarga atinja quaisquer equipamentos.

Caso não seja possível desligar os disjuntores, é recomendável tirar tudo da tomada, sobretudo alguns tipos de aparelho. "Televisão e computador costumam ser bem sensíveis, pois internamente operam em níveis de tensão bem baixos e bem regulados. Na linha branca, geladeira e máquina de lavar roupa podem ter suas fontes internas danificadas se for um surto muito grande e por um longo período", afirmou Bühler.

De acordo com o especialista, o ideal mesmo seria que as instalações elétricas tivessem um DPS (dispositivo de proteção contra surto) no quadro de energia da residência. Com o visual muito parecido com o de um disjuntor, o equipamento protege a rede contra uma oscilação na rede elétrica ou contra um surto muito grande num espaço curto, enquanto isso, o disjuntor em si protege a instalação contra curtos-circuitos.

Há ainda DPS para uso localizado. É possível achar no mercado uma espécie de adaptador de tomada para evitar que uma sobrecarga danifique seus aparelhos.

Queimou. E agora?

No caso de algum equipamento ter sido danificado, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) conta com um regulamento que prevê o ressarcimento do consumidor em casos de oscilação de tensão.

A pessoa deve entrar com uma solicitação por telefone, nos postos de atendimento ou presencialmente com a distribuidora de energia elétrica. A reclamação deve ser feita em até 90 dias após a ocorrência.

A concessionária de energia elétrica tem até 10 dias corridos para verificar o equipamento danificado — no caso de geladeira, o prazo é de um dia. Após o período limite, a companhia tem até 15 dias para informar a análise do ressarcimento para o consumidor.

Por fim, caso seja provado o problema causado pela rede, a pessoa tem até 20 dias para receber o ressarcimento, ter o conserto providenciado ou o aparelho substituído.

A Aneel ressalta que a concessionária pode se negar a ressarcir o consumidor caso ele conserte o equipamento por conta própria, comprove que não houve perturbação de energia elétrica ou se for negado o acesso da distribuidora às instalações.

 

 

 

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.