últimas notícias








Notícias

1 22/06/2021 14:33

Quitada na última sexta-feira (18), a indenização da Ford assegura disponibilidade de recursos para enfrentamento da pandemia na Bahia, segundo destacou a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA).

A montadora fechou um acordo de indenização de R$ 2,15 bilhões com o Governo do Estado. Sem aviso prévio, a fabricante de automóveis encerrou as atividades na planta baiana, em Camaçari, em 11 de janeiro deste ano.

Segundo a Sefaz-BA, desde março de 2020, o governo baiano desembolsou R$ 1,9 bilhão em resposta à crise sanitária do Covid-19. Deste montante, R$ 1,13 bilhão saíram do tesouro estadual e R$ 751,6 milhões, de transferências federais.  A pasta destaca que a pandemia “no limiar da chegada de uma terceira onda segue demandando gastos crescentes por parte do Governo do Estado.”

A Sefaz ressaltou ainda que a indenização “ajuda a compensar” perdas futuras decorrente do fim da produção da montadora após cerca de 20 anos em operação na Bahia. “A indenização estabelecida de comum acordo reflete a responsabilidade social de uma empresa de grande porte que ao encerrar as atividades gerou desemprego, fechamento de indústrias parceiras e comprometimento da arrecadação futura de impostos estaduais em meio às demandas trazidas por uma crise sanitária sem precedentes”.

A indenização foi formalizada por meio de um termo aditivo ao contrato celebrado em 2014 que previa investimentos da empresa na fábrica de Camaçari em troca de incentivos por parte do ente público. Cálculos da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) indicam que a saída da montadora representa uma queda de 5,4% da transformação industrial baiana.

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.